As Melhores Desentupidoras em Curitiba - Anuncios Gratis
Desentupidora em Curitiba

Empresas Desentupidoras e de Limpeza de Fossas em Curitiba

Desentupidoras em Curitiba

HCR DESENTUPIDORA

(41) 3246-1050

Limpeza de fossas

Limpeza de caixa de gordura

Desentupimentos em geral

Aluguel de banheiro químico

Serviços de Desentupidora Curitiba com Qualidade e Rapidez

Desentupidora Curitiba: Soluções emergenciais e eficientes contando com os melhores profissionais e com a melhor qualidade disponível para Curitiba e região metropolitana. Ligue já: (41) 3246-1050



Vazamento de água em condominio, como resolver?


Vazamento em condomínio é um fantasma que sempre assombra síndicos, subsíndicos, conselheiros e moradores. O principal problema é que, diante de qualquer vazamento, os condôminos acionam o sindico, o zelador e até mesmo a administradora. Acontece que, na maioria das vezes, este problema não é de responsabilidade do condomínio.

A rede de água do condomínio está dividida em horizontal e vertical. Quando os vazamentos nas unidades forem oriundos de canos horizontais, ou seja, ramais, a responsabilidade de reparo é dos moradores. A questão é verificar se a água está vazando da própria unidade ou no apartamento do vizinho de cima.

Os vazamentos dentro das unidades oriundos de canos verticais, colunas, são de responsabilidade do condomínio. A manutenção e a troca de colunas precisam ser realizadas e programadas com a periodicidade necessária. Indício desta necessidade é quando a água começa a apresentar ferrugem, o que é sinal de corrosão no tubo galvanizado e pode inclusive apresentar risco a saúde.

Os problemas mais comuns são vazamentos de ramais nos banheiros e infiltrações de modo geral. Nesses casos o condomínio não tem responsabilidade e não deve se envolver. Salvo se o problema tomar outro vulto, no caso de começar a atingir outras unidades.

Quando o condômino que tem um vazamento no ramal exigir que o condomínio tome providências. O condomínio pode ajudar, contatando via telefone ou por escrito o proprietário da unidade que originou o vazamento ou fornecendo os contatos ao morador com a unidade que tem o vazamento. Mas ressalte-se outra vez que, o problema de vazamento entre unidades não é do condomínio.

Constatando-se qualquer vazamento nas unidades a primeira providência é solicitar que um encanador, desentupidora curitiba, ou engenheiro defina a origem do problema. Com esse parecer do profissional em mãos, pode ser definido de quem é a responsabilidade e iniciar a solução do caso.

A responsabilidade do condomínio é sempre pelo bem comum. E ele somente deve interferir quando o problema entre unidades se tornar um problema coletivo ou quando a origem do problema não é de fácil identificação.

Caso seja identificado que o problema é da coluna do edifício, caberá ao condomínio sua manutenção e a devolução do apartamento do condômino nas condições anteriores. Não sendo possível a reposição na forma original caberá ao sindico negociar a reposição com o condômino.

Ao condômino caberá fornecer o acesso da empresa contratada ao local da manutenção. O impedimento poderá acarretar medida judicial compelindo o condômino a fornecer o acesso judicialmente.

Se o morador da unidade em que há vazamento não realizar o reparo, o condômino penalizado poderá ingressar nos Juizados Especiais Cíveis visando o reparo e o ressarcimento do prejuízo. Porém, antes do ingresso com a medida judicial deve-se notificar a unidade informando a situação.

Via: sindiconet

Outros artigos importantes:


Como evitar problemas com a rede de esgoto residencial
Água de chuva pode ir para a rede coletora de esgoto?
Consumo de água de forma responsável: Saiba como
Aprenda a calcular sua conta de água
10 dicas de economia de água
Conheça sua conta de água



Desentupidoras - Anúncios Patrocinados



Mais Desentupidoras em Curitiba


Mais Opções


Copyright © DesentupidoraCuritiba.com - Design by Brtem

Todas as Marcas referidas ou mencionadas no site do DesentupidoraCuritiba.com são ou podem ser marcas comerciais registradas e protegidas por leis nacionais e/ou internacionais de copyright e propriedade industrial e pertencem aos seus respectivos fabricantes e proprietários.