Aprenda a calcular sua conta de água

postado em: Artigos Informativos | 0

Você sabe qual é a lógica utilizada para realizar o cálculo de consumo de água da sua casa? Por que você paga determinado valor todo o mês na sua fatura? Além do consumo mensal registrado, fatores como o aumento desproporcional de um mês a outro, serviços de esgoto e taxas de serviço precisam ser levados em consideração.

 

Seguindo as resoluções da Lei das Águas (Lei nº 9.433) – parte das políticas nacionais de recursos hídricos -, as vinte e seis companhias de saneamento básico e tratamento de esgoto existentes no país hoje têm a missão de assegurar um padrão de qualidade adequado para o fornecimento de água, assim como o seu uso racional.

 

Apesar de a água ser, fundamentalmente, um bem de domínio público, seu uso precisa ser controlado para evitar escassez, sendo função de cada Estado gerenciar os Planos de Recursos Hídricos pré-estabelecidos e articular com as companhias de saneamento como a cobrança deve ser realizada.

 

Para realizar o cálculo de consumo de água da sua casa, tomamos por exemplo a tabela de tarifas de saneamento básico da Sanepar, companhia do Estado do Paraná. Para o consumo de até 10m³, o equivalente a 10 mil litros de água, o valor fixo cobrado na fatura normal será de R$ 22,10, para cada m³ utilizado excedente, é cobrado R$ 3,31/m³. Suponhamos que, em um mês, você tenha gasto 17 m³ de água. Em uma conta rápida:

A tabela determina ainda um preço fixo para o cálculo do consumo de água de até 30 mil litros (30m³), que é de R$ 88,30, depois disso, cada m³ tem o valor de R$ 56,5/m³. Se você registrar o consumo de 40 mil litros d’Água, por exemplo, valor da sua conta no fim do mês pode chegar a: